Etiquetas

, ,


“Estamos acostumados com o comum, portanto, tudo aquilo que destoa, ainda que levemente do convencional, pode soar como irracional. E, por vezes, acreditamos nisso.”

Toda a argumentação tem por base uma mediação, afinal, não há como definirmos ou distinguirmos imparcialmente o certo do errado. Crescemos em volto a regras, normas de conduta, princípios morais, alguns imutáveis, outros meramente questionáveis. Não gosto disso.

O fato é que ao contrário da negociação, a argumentação quando devidamente moldada, soa razoável, e o que a fará convincente, além de um belo e dissimulado discurso eloqüente, dependerá, única e exclusivamente, do que se tem em mente. Nem todas as conclusões são precipitadas. Adoro isso.

Você não? Na verdade, você pode discordar completamente, ter um ponto de vista peculiar, singular, mas se a forma utilizada para expressar a idéia for educadamente apresentada, até o mais cético, provavelmente aceitaria isso.

Anúncios